Laser nos mostra toda a amplitude da civilização maia

Resultado de imagem para Laser revela toda a grandeza da civilização maia




A tecnologia de laser permitiu a descoberta de milhares de estruturas erguidas pelos maias e encobertas pela floresta. Usando a tecnologia Lidar (detecção de luz e medida de distância), uma equipe de pesquisadores já conseguiu escanear uma área de milhares de hectares onde a civilização maia surgiu. 


Os pesquisadores não descobriram nenhum novo palácio, pirâmide ou grandes templos como o de Kukulcán ou o do Grande Jaguar. Contudo, conseguiram identificar a infinidade de edifícios, estradas, canais ou muralhas mapeados mostram toda a grandeza dos maias e permitem formar uma ideia de quantos milhões de pessoas viviam na região, como guerreavam ou de sua agricultura intensiva.


Mapeamento a laser identificou mais de 61.480 construções escondidas em meio à floresta


De acordo com novo estudo arqueológico realizado na Guatemala, a civilização maia, uma das mais proeminentes culturas pré-colombianas do continente americano, experimentou um auge civilizatório com notório e complexo patamar de construção de cidades.

O mapeamento com a tecnologia a laser conseguiu identificar cerca de 61.480 construções antigas e escondidas no meio às densas florestas tropicais do norte da Guatemala. Após uma extensa reflexão, os cientistas envolvidos no estudo puderam reconhecer edificações urbanas, estruturas rurais e redes de transporte.

Os dados permitem inferir que mais de 11 milhões de habitantes viveram na região entre os anos de 650 e 800, o chamado Período Clássico Tardio. Uma densidade populacional de 100 habitantes por quilômetro quadrado - para efeitos de comparação, a densidade demográfica do Estado de São Paulo, por exemplo, é de 166 pessoas por quilômetro quadrado.

Confira o vídeo:






Fonte: El País 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.