Postagens
recent

Netflix está produzindo série sobre a Revolução Francesa

Imagem relacionada



 O ComingSoon anunciou que a Netflix está desenvolvendo uma nova série original sobre a Revolução Francesa para seu serviço de streaming.

 A narrativa irá trazer uma virada no evento, que trará uma doença misteriosa como provável causa do evento marcante na História da França.

“1787, França. Enquanto investiga uma série de misteriosos assassinatos, Joseph Guillotin – o futuro inventor da famosa guilhotina – descobre um vírus desconhecido: o Sangue Azul. A doença rapidamente se espalha pela aristocracia francesa, fazendo-os assassinar pessoas comuns e logo leva a uma rebelião… E se a Revolução Francesa não aconteceu da forma como nos foi contada?”, diz a intrigante sinopse.

 A série terá oito episódios de 50 minutos cada. Ainda sem título, o projeto de Aurélien Molas (Red Creek) não tem previsão de estreia.

A Revolução Francesa, que ocorreu no ano de 1789, é o evento que, segundo alguns autores, inaugura a chamada Idade Contemporânea, foi um período de intensa agitação política e social na França, que teve um impacto duradouro na história do país e, mais amplamente, em todo o continente europeu. A monarquia absolutista que tinha governado a nação durante séculos entrou em colapso em apenas três anos.


 Após o início da Revolução Francesa, é claro que o fim do Antigo Regime e com ele o fim do feudalismo e os privilégios da Igreja. Encontraremos, por outro lado, a aparência da Declaração dos Direitos do Homem. Foi o momento pelo qual encontraremos as primeiras ideias sobre o nacionalismo e a democracia na Europa. O nascimento do sistema métrico.
A grande violência desencadeada durante o governo do terror, inspiraria outros momentos da história européia, como foi o caso da Revolução Russa de 1917. Embora estes sejam os elementos mais destacados após o fim da Revolução Francesa, temos que dizer que a sociedade mal mudou na França pós-revolucionária


O 3 EPISÓDIO DO HISTÓRIA NO CAST, O PODCAST DA HISTÓRIA NO PAINT, JÁ ESTÁ NO AR:

  Disponível também no Spotify!

2 comentários:

Tecnologia do Blogger.