Postagens
recent

Dom Pedro II e Graham Bell: os primeiros a usarem o telefone

Resultado de imagem para Dom Pedro II e Graham Bell


 Um homem com uma barba longa pega um protótipo muito estranho e coloca-o perto do ouvido. Com muita desconfiança espera qualquer coisa, menos a voz de uma pessoa sair por ali. Esse barbudo era nada mais nada menos que o Imperador do Brasil Dom Pedro II. E o aparelho era um protótipo que popularmente nos dia de hoje é conhecido como telefone.



 Após algumas tentativas, o som saiu bem limpinho e professor Grahan Bell indagou: "Ser ou não ser? Ei a questão" A pergunta clássica de Shakespeare saiu da garganta do professor Graham Bell a alguns metros de distância foi para os ouvidos de Dom Pedro II, que na mesma hora tomou um grande susto, não era possível que aquilo funcionasse.


 Graham Bell patenteou o telefone em 1876, ano que rolou uma grande exposição na Filadélfia, Estados Unidos, comemorando o Centenário da Independência Americana. Vários inventores estavam nesse lugar, nesse momento histórico, apresentando os frutos de suas pesquisas. Graham Bell não chamava atenção. Pelo contrário, era motivo de deboche. Ninguém queria saber de Graham Bell antes do imperador aparecer. O telefone estava concorrendo, entre outras coisas, com a lâmpada elétrica, um telégrafo musical, a máquina de escrever e o ketchup Heinz. Ninguém dava bolada para Grahan Bell, mas Dom Pedro II resolveu dar uma chance ao inventor, o que pode ter mudado os rumos da História. Com a amizade, menos de um ano depois, o Brasil se tornaria o segundo país do mundo a ter telefone, primeiro ligando a residência imperial às dos ministros de Estado.



Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.