Postagens
recent

A filosofia de Rousseau, Locke e Hobbes aplicada em Naruto




 Thomas Hobbes,  John Locke e Jean-Jacques Rousseau são os três grandes nomes da escola dos naturalistas. Como a filosofia desses grandes filósofos se encaixam na História do anime Naruto?

Thomas Hobbes e o Clã Uchiha 

 A justificação de Hobbes para o poder absoluto é estritamente racional e friamente utilitária, completamente livre de qualquer tipo de religiosidade e sentimentalismo, negando implicitamente a origem divina do poder.

 Thomas Hobbes constrói uma linha de pensamento para justificar o poder absoluto. Porém, diferente de filósofos anteriores a justificativa é raciona e friamente utilitária, livre de qualquer tipo de religiosidade. E é por isso que, mesmo tendo argumentado em favor da monarquia absoluta, Hobbes fez-o para a defesa de um governo central forte com o objetivo de evitar guerras civis. Hobbes foi um mecanicista, defendeu que a memória e as paixões seriam funções derivadas do arranjo mecânico humano.

 Para Hobbes, a origem de todos os males são as paixões e a primordial de todas é: se manter vivo. Para se manter vivos, somos capazes de tudo. Segundo Hobbes, o ser humano no estado de natureza, fora do pacto social, não conseguiria ter uma via plena e saudável, pois iria estar na guerra de "todos contra todos", pois na ausência de uma comunidade política, todos os indivíduos teriam licença para possuir toda e qualquer coisa, sem limites estabelecidos, mesmo quanto aos frutos de seu próprio trabalho, e não havendo restrições, exerceriam suas paixões e desejos. A linha de argumentação de Hobbes é fascinante.

 Dando um exemplo, se eu vejo que você é está ficando forte (tem muitos alimentos, terras e homens) eu vou ficar preocupado, pois você é uma ameaça a minha vida. Qual é a minha garanti que você não vai me matar para pegar meus bens e ficar mais forte para proteger mais ainda sua vida? Por isso, eu antecipo o seu ataque e te ataco primeiro. Essa lógica fez vários sociedades se atacarem e se destruírem ao longo da História, como no anime Naruto o Clã Uchiha contra o Clã Senju.

 Há muito tempo, antes de existirem vilas ocultas, muitos clãs estavam em uma guerra contínua e aparentemente intermináveis. Dentre todos os clãs, dois se sobressaíam como os mais fortes: o clãs Senju da floresta e o clan Uchiha. Pois bem, mas após a era de guerras, viria a ter outra era, onde as vilas ocultas se formariam, alguns clãs fizeram pactos com senhores feudais e formavam vilas escondidas. Ter uma vila oculta significava poder militar para o país. Então, os dois clans, Uchiha e Senju, resolveram se unir e formar uma vila oculta no país do fogo. Uchiha Madara, o líder do clan, era a contra a união, mas no fim, a democracia venceu. Ou seja, ambos os clãs renunciaram o poder para formação de um Estado soberano. Para Hobbes, essa era a solução para conflitos intermináveis entrem as pessoas.


Jean-Jacques Rousseau e Nagato 

 Na contra partida de Hobbes, Rosseau acredita que na realidade o ser humano no estado de natureza carrega a sua verdeira essência. O filósofo defende a ideia de um estado de natureza como um estado de liberdade verdadeira, em que as pessoas não fossem boas ou más, mas vistas como uma folha em branco, o conflito em estado de natureza não é tão acentuado quanto em sociedade. 

 Defendeu ainda que, a sociedade moderna, e especialmente as posses, destroem o estado de natureza de verdadeira liberdade, gerando conflitos que de outra forma, embora possam existir pontualmente, não seriam severos. Esta posição naturalmente leva a ideia de um homem pacifico, embora solitário, no estado de natureza. O que condiz com a hipótese de Rousseau de que o homem em estado de natureza possuiria uma moral ainda não corrompida, entendendo a moral como inata, o que fica claro quando afirma que o homem possui uma repugnância inata a ver os outros de sua espécie sofrerem, e atribuindo portanto a corrupção desta moral à sociedade organizada. 

 Para exemplificar o pensamento de Rousseau, podemos dar o exemplo do personagem Nagato de Naruto. Nagato era sensível, gentil, que tinha a propensão de chorar. Mesmo tendo visto seus pais morrerem na sua frente, acreditava que poderia tornar o mundo um lugar melhor. Mas tudo mudou quando foi forçado a matar seu melhor amigo: Yahiko. Desse dia em diante, Nagato se afundou em um sentimento de ódio misturado com tristeza e se tornou líder da Akatsuki. Para atingir seus objetivos, Nagato não se importava que pessoas inocentes morressem. Podemos ver aqui um exemplo da filosofia de Rousseau: Nagato era um ser humano gentil e bondoso, mas as circunstâncias da sociedade transformaram-o em um ser impiedoso e cruel.

 A solução de Hobbes para esse problema é a fundação de uma República quu é construída graças ao contrato social legítimo, onde os indivíduos alienam-se de seus direitos, transferindo-os para a coletividade. Eu não perco nada, pois eu sou o coletivo. Esse ser coletivo é um ser de razão, é o que tem em comum entre os interesses dos indivíduos, e por ser racional, a vontade geral é boa e justa, enquanto a vontade da maioria (democracia representativa) é um somatório de parcialidades.

John Locke e os irmãos Uchiha

 John Locke foi um filósofo que fundamenta o pensamento liberal estadunidense. Essa matriz liberal defende a liberdade (defesa das liberdades individuais - vida, economia, propriedade privada e a liberdade de expressão -, o Estado é limitado e mínimo) e a doutrina do Estado limitado (o Estado não intervém na vida, liberdade econômica e propriedade, todas as liberdades civis, o Estado só garante que ela exista). 

 Logo, o Estado não intervém nos direitos naturais do homem (vida, liberdade e propriedade). O indivíduo é autônomo, um dos princípios que fundamentam o liberalismo (é por isso que o Estado é menor em suas funções e papel para Locke). Uma das formas de limitar o poder estatal é dividir os seus poderes (executivo, legislativo e judiciário) Para Locke, o Estado de Natureza do homem é o indivíduo isolado, o que move eles são os interesses (paixões racionalizadas) e tem como condição a sociabilidade precária (não o estado de guerra, como em Hobbes). Já o Estado Civil tem o direito de julgar e punir os transgressores das leis, sendo um Estado Imparcial. Para exemplificar, podemos usar o caso de Sauke e Itachi.

 Itachi matou todo seu clã, deixando apenas o seu irmão vivo: Sasuke. Sasuke passou toda sua vida em busca de "justiça". Por fim, Sasuke consegue seu objetivo de matar o irmão, mas tempos depois descobre que na verdade seu irmão estava apenas protegendo-o. Se Itachi tivesse passado por um julgamento justo e não fosse julgados pelas paixões levianos de seu irmão, Itachi ainda estaria vivo. 

2 comentários:

  1. "Se Itachi tivesse passado por um julgamento justo e não fosse julgados pelas paixões levianos de seu irmão, Itachi ainda estaria vivo."

    Não sei, o Tobirama iria deixar?

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.