Postagens
recent

8 documentários para entender a história do samba

Resultado de imagem para a História do samba


  A primeira vez na qual temos notícia a palavra "samba" foi mencionada em 1838. Foi escrita num jornal satírico de Pernambuco, O carapuceiro, e não tinha o mesmo sentido que se dá hoje ao termo. Tratava-se de referência a uma festa de origem africana.

 A etimologia da palavra provoca debates e controvérsia entre linguistas. Alguns pesquisadores acreditam que a palavra vem de uma dança africana semelhante ao batuque. Para outros, é oriunda de um passo de dança, a “semba”.

 Porém, Só foi em 1916 que o primeiro samba que se tem notícia chamado: “Pelo telefone” dos músicos Donga e Mauro de Almeida, foi registrado na Biblioteca Nacional, para onde foi levada a partitura. Desse ano para cá o samba se popularizou muito e teve muitas modificações, traços que deu origem a inúmeras variações. Para citar algumas: samba de breque, samba-enredo, samba exaltação, sambalanço, samba de quadra, samba de roda, samba raiado, samba-de-partido-alto e muitos outros.

 Para entender mais sobre a História desse gênero que marcou a História e a cultura brasileira, veja esses 8 documentários sobre o Samba:


1 - Lavapés, a resistência do samba (Ano: 2012 | Duração: 29 minutos) 

A mais antiga Escola de Samba de São Paulo, a S.R.B.E. Lavapés, fundada em 1937, luta diariamente para voltar à elite do carnaval paulistano sem deixar de lado sua cultura e tradição. Lavapés -- A Resistência do Samba, retrata a força e o empenho de uma família, comandada por Rosemeire Marcondes, que batalha diariamente para manter uma agremiação sem nenhum apoio financeiro. O documentário resgata sambas-enredo da Escola e analisa a tradição e a industrialização do carnaval paulista. Para assistir o documentário, clique aqui

2- As batidas do samba (Ano: 2010 | Duração: 82 minutos)

 A evolução da batida do samba carioca desde o início do século XX é o tema deste filme. Detalha-se o processo de introdução dos instrumentos percussivos e sua transformação para dar ao ritmo a peculiaridade que assume no Rio de Janeiro. Para assistir o documentário, clique aqui

3 - O mistério do samba | Velha Guarda da Portela (Ano: 2008| Duração: 90 minutos) 
 O cotidiano e as histórias da Velha Guarda da Escola de Samba Portela, o grupo de veteranos artistas de uma das escolas de samba mais populares do Rio de Janeiro. Um documentário sobre samba com muito samba tocando e com depoimentos de alguns dos mais importantes integrantes da história do grupo, inclusive o fundador, Paulinho da Viola. Para assistir o documentário, clique aqui

4 - Partido Alto (Ano: 1982 | Duração:80 minutos)

 Os escravos chegaram ao Rio de Janeiro com o samba que, aos poucos, se modificou e ganhou uma roupagem particular. Da mistura de ritmos negros, nasceu o Samba de Partido Alto, estilo marcante na cena carioca. Para assistir o documentário, clique aqui

5 - Samba (Ano: 2000 | Duração: 58 minutos)


 Um documentário sobre a dança do samba filmado com as/os passistas da Mangueira. Para assistir ao documentário, clique aqui

6 - Samba de roda na palma da mão (Ano: 2008 | Duração: 35 minutos)

 O documentário ‘Samba de Roda na Palma da Mão’, muito antes de emitir conceitos para explicar os fenômenos, pretende prestar uma modesta homenagem a todas as pessoas que, no exercício da sua brasilidade, são os verdadeiros responsáveis por essa conquista. Para assistir ao documentário, clique aqui

7 - Onde dorme a coruja (Ano: 2012 | Duração: 72 minutos)

 O documentário revela a relação do Mestre Bezerra da Silva com seus compositores, egressos dos morros cariocas e da baixada fluminense, e muito deles, profissionais de segmentos populares do mercado de trabalho: carteiros, trocadores de ônibus, pedreiros e biscateiros de um modo geral. Segundo o sambista conhecido por sua malandragem, essas pessoas eram sambistas genuínos. Para assistir ao documentário, clique aqui 

8 - Do samba à bossa (Ano: 2007 | Duração: 1 hora)

 Do Samba à Bossa volta aos tempos da escravidão no Brasil. Na cidade de Salvador, a primeira capital do país, os escravos trazidos da África mantêm suas tradições musicais e religiosas durante gerações. Seu descendentes dão início ao samba de roda. Com o fim da escravatura, em 1888, os negros ganham alforria e, libertos das plantações, migram do nordeste para o sudeste - onde encontrava-se a nova capital brasileira, o Rio de Janeiro. A partir do êxodo, a música trazida por eles começa a sofrer influências de uma população majoritariamente branca e europeia. O misto de ritmos origina outras vertentes do samba, gênero que demorou a ser aceito pela classe alta. Para assistir ao documentário, clique aqui

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.