Postagens
recent

28 universidades portuguesas que aceitam a nota do Enem

Resultado de imagem para universidade portuguesa

 Viver em um país mais seguro, qualidade de ensino e troca de experiências estão levando estudantes brasileiros a optarem por curso o ensino superior na Europa, mais especificamente em Portugal.



 Desde 2014 essas nações vêm estreitando as relações aumentando assim o número de universitários estrangeiros em suas universidades. A primeira a aceitar a nota do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) como forma de ingresso foi a consagrada Universidade de Coimbra e a mais recente foi a Universidade Católica Portuguesa, que tem em Lisboa, centros do Porto, Braga e Viseu.


 Segundo o Inep, as faculdades portuguesas possuem a autonomia para determinar as notas de corte. Os diplomas em geral são aceitos em todos os países da União Europeia, porém a revalidação é necessária para quem deseja exercer a profissão no Brasil.


Instituições de Portugal que aceitam a nota do Enem:

1. Universidade de Coimbra

2. Universidade de Algarve

3. Instituto Politécnico de Leiria

4. Instituto Politécnico de Beja

5. Instituto Politécnico do Porto

6. Instituto Politécnico de Portalegre

7. Instituto Politécnico do Cávado e do Ave

8. Instituto Politécnico de Coimbra

9. Universidade de Aveiro

10. Instituto Politécnico de Guarda

11. Universidade de Lisboa

12. Universidade do Porto

13. Universidade da Madeira

14. Instituto Politécnico de Viseu

15. Instituto Politécnico de Santarém

16. Universidade dos Açores

17. Universidade da Beira Interior

18. Universidade do Minho

19. Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário

20. Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias

21. Instituto Politécnico de Setúbal

22. Instituto Politécnico de Bragança

23. Instituto Politécnico de Castelo Branco

24. Universidade Lusófona do Porto

25. Universidade Portucalense

26. Instituto Universitário da Maia (Ismai)

27. Instituto Politécnico da Maia (Ipmaia)

28. Universidade Católica Portuguesa



Atenção!!



1) O curso de medicina é a única exceção, deve-se fazer uma prova específica para entrar;

2) As faculdades públicas de Portugal cobram taxas de coparticipação dos alunos. As propinas (mensalidades) podem ser mais caras que as daqui por ser em euro. Fique atento para saber se financeiramente vale a pena, algumas universidades dão desconto.



Fontes: Veja, g1.globo.com e Euro Dicas.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.